Sábado, 13.12.08

 

 

De tudo, de nada. É generalista? Sei lá, depende do conceito... tudo é relativo.

Poderia falar aqui dos meus conhecimentos científicos, históricos, poderia dar aqui a minha opinião política sobre a actualidade, poderia falar aqui sobre a conjectura política, sobre a ciclicidade da crise, sobre tanta coisa......

Trabalhei num jornal semanário durante alguns anos, como revisora de texto e fiquei cansada de tanta análise política, de tanta análise económica, de tantas conclusões de intelectuais, de pseudo intelectuais, de quem tem «poder», «influência» para o fazer. Cheguei à minha conclusão, que todos os estudos, que todas as análises, que se pretendem isentas, não são mais do que o resultado do ponto de vista (correcto ou não, isso não importa, porque apenas depende também daquilo que defendo e/ou acredito) de quem as faz e as quer publicadas.

Podia falar da Maçonaria que domina a nossa vida política, económica e social, mas para quê? Sempre foi assim, pelos menos a partir do 25 de Abril, toda a gente o sabe, mas....

Então, porque escrevo sobre banalidades???? Porque a vida é feita delas.... Porque as minhas banalidades poderão não o ser para mim, porque cansei-me de «querer que a minha opinião seja válida e seguida», porque cansei-me de «saber tudo sobre tudo».

 

Ontem, o EUCLIDES morreu, vitima de agressões violentas, de facadas que lhe ceifaram a vida.

Conheci-o? Não, mas presto-lhe a minha homenagem, presto o meu pesar à família.

Violência? Muita. Só na Casa Pia? Infelizmente não. Este episódio triste reflecte o que vai pelo mundo (França, Grécia....), o que vai pelo nosso (antes pacato) Portugal.

Não vou perguntar o que está a ser feito ou o que vai ser feito por quem de direito e de obrigação, porque todos nós já sabemos. O que importa é o MAGALHÃES, made in Indonésia, Índia, Brasil, mas que continuam a afirmar ser total e completamente LUSITANO.

A luta entre os Gangs vai acabar? Não me parece. Não sou visionária, mas creio que ainda agora começou. É um fenómeno do século XXI? Se o é, ainda estamos a tempo de o travar.

 

Então do que fala o meu blog? Do que me apetece escrever no aqui e agora, tão só.

 

 

 


sinto-me Apreensiva
música Sem música

publicado por Estupefacta às 12:10 | link do post | comentar | ver comentários (3)

mais sobre mim
Dezembro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
22
23
24
26

27
28
29
30
31


posts recentes

De que fala o meu blog?

arquivos
tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds