Terça-feira, 17.02.09

(retirada da net)

 

 

A M., amiga da Maria, veio dormir cá a casa de Sábado para Domingo e numa das conversas que tivemos, a M. falou-me sobre os pais, a namorada do pai, a filha da namorada do pai...... falou, falou, falou, falou.

A páginas tantas referiu que vive com os dois progenitores, uma semana em casa de um e outra em casa de outro.

Balbuciei qualquer coisa que não me lembro, mas fiquei a pensar.

Não vou dissertar sobre o facto de achar que crianças / jovens desta idade precisam de ter um lar como referência, regras bem definidas, padrões de vida concretos, blá, blá, blá....

Esta situação é viável porque ambos vivem na mesma localidade, não pondo em causa a frequência da escola e de outras actividades.

Bem sei que ambos são progenitores, que ambos têm amor, que ambos têm direitos e deveres, mas..... fica sempre um mas.

A maioria dos casos que conheço partilha a regulação do poder paternal, mas, confesso, a partilha da guarda é o primeiro.

Sei que já deixei indiciar a minha opinião. No entanto, queria saber a vossa.

O que dizeis sobre isto????

 

 

 



publicado por Estupefacta às 10:35 | link do post | comentar | ver comentários (7)

mais sobre mim
Dezembro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
22
23
24
26

27
28
29
30
31


posts recentes

Reforço positivo também p...

Dupla residência

O reflexo das palavras

Colecção de Cromos

arquivos
tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds