Quarta-feira, 26 de Março de 2008

 

 

 

 

 

Hoje tirei a tarde para a minha filha e foi muito bem passada.

De manhã fui a uma reunião de Departamento Curricular. Depois de uma breve paragem na loja do cidadão, lá fomos nós para o Shopping dos Olivais (acabamos por ir sempre lá) comer comida chinesa, pois claro. A Maria adora e eu também não me faço rogada.

Depois de dar uma vista de olhos pelo jornal, lá rumámos em direcção ao Vasco da Gama e estávamos decididas - vamos ver o filme As Crónicas de Spiderwick . Já tínhamos lido no blogue da Ni que o filme era bom e que valia a pena, mas estava esgotada a sessão que queríamos. Depois de muita indecisão lá optámos pelo Winx Club - O Segredo do Reino Perdido. Primeiro que eu acertasse com o nome foi uma risada. A palavra não me saía.

Devidamente instaladas, a Maria olha em redor e exclama:

- Só cá estão crianças. Isto é um filme para crianças.

- Então é o que tu és. Estamos bem.

- Francamente mãe, não sou criança.

A Maria achou o filme engraçado, mas não para a idade dela. A miúda, desta vez, até tem razão. Eu, claro, adormeci. Ok, sei que é vergonhoso, mas tinha almoçado bem, estava quentinho e escuro... Estava criado o ambiente propício à soneca. Avisei a Maria que só me acordasse caso eu ressonasse. Como isso não aconteceu , acordei no intervalo para ir comprar as belas das pipocas.

 

Mas valeu a pena. Gosto tanto de ter um tempo dedicado exclusivamente à minha filha.

 

 

 

 

"

tags: , , , ,

publicado por Estupefacta às 19:20 | link do post | comentar

17 comentários:
De samueldabo a 27 de Março de 2008 às 00:12
Quando tinha a idade da sua menina, não gostava de ir ao cinema com os pais, talvez porque fui sempre um menino triste e só. Consegui emancipar-me da tristeza e é com enlevo que leio a ternura do seu dia dedicado à sua filha., a alegria entusiasta que nos transmite, um passar a palavra que ajude os que acham uma seca tirar o dia para os seu filhos. Porque os filhos foram concebidos com amor e merecem saber.
Um abraço de amigo


De Estupefacta a 27 de Março de 2008 às 17:36
E, acredite Samuel, não me canso de dizer à minha filha o quanto a amo e o quanto ela é importante para mim. Todos nós precisamos de saber que nos amam e que somos importantes na vida de alguém.
Fico feliz por ter se ter emancipado da tristeza.
Um beijinho amigo


Comentar post

mais sobre mim
Dezembro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
22
23
24
26

27
28
29
30
31


posts recentes

A Pensar em si

Bendito serás

Feminino Singular

Todos devemos ajudar

Ainda há milagres

Podia

Acordo ortográfico

Gostei de ver e ouvir

Intimidade ou higiéne?

É bonito

Sem título

Agitação social

Desde que

Preciso

A Estupefacta sou eu

Não consigo preparar-me

Como uma mulher pode alte...

Excelente ideia e melhor ...

Genes cor de rosa

E assim se tapa o Sol

arquivos
tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds