Sábado, 9 de Fevereiro de 2008

 

 

(Retirada da Net. Nada tem a ver com o post, mas quis publicá-la)

 

Se há dois meses atrás tudo o que vivia, dizia me dava um motivo para fazer um post , hoje as coisas não são bem assim.

Tento escrever, mas não consigo. Começo posts e acabo por não os publicar. Afinal, o que é que aquilo interessa? São coisas minhas, sem a mínima importância. Para quê fazer um post diário? Estarei assim tão desprovida de sentido? Estarei sem amigos com quem possa falar e dizer o que me vai na alma, contar as coisas da Maria, rir, chorar com eles?

Não, não estou e Graças a Deus por isso. Tenho amigos reais e verdadeiros, tenho amigos virtuais e verdadeiros.

Não são crises existenciais, não se crises de auto-estima, são apenas constatações de factos que me levam a viver a vida de uma outra forma.

Venho ao blog regularmente, leio os posts dos amigos e um ou outro que apanhe, porque o título é mais sugestivo.

Continuo a acompanhar o que se passa na blogosfera e há coisas que me continuam a deixar estupefacta, outras nem por isso. Sinto a grande solidão que aqui se vive, a dor que se tenta esconder ou que se partilha por se tornar insuportável, sinto o que é fantasia e o que é realidade, sinto que se vive e se faz de conta. Tudo se encontra por aqui.

E o que é que tenho a ver com isso? Nada, na verdade.

Há posts que me deixam ko e outros ok, trocadilho barato, mas é o que sinto.

Jorge Soares li o teu post e .... nada. Por mais que diga qualquer coisa, o problema continua teu, a dor continua tua, o filho continua a pertencer-te. O que poderei fazer para atenuar tão grande dor? Ouvir-te? Compreender-te? Se assim for... I'm Here . Mas é tão pouco face ao que precisas.

Pobres são os seres que se julgam autosuficientes , que se julgam senhores do mundo, da vida.... Se a morte os viesse buscar, que obra deixariam??? Destruição? Contendas? Guerrinhas? Maldade? Julgam-se imortais... não pensam que provavelmente já viveram mais do que irão viver.... POBRES SERES, dignos de pena tão só.

E porque escrevi isto? E o que é que isto interessa? E o que é que isto contribui para a felicidade dos outros????

 

 

 



publicado por Estupefacta às 16:50 | link do post | comentar

16 comentários:
De carlos a 9 de Fevereiro de 2008 às 17:48
Olá minha amiga, tenho estranhado realmente a tua ausência. Pode não contribuir para a felicidade dos outros este ou outros post, mas agrada~me saber que continuas aí e que te posso ler e saber de ti.
Gostava que fosse com outras noticias, mais alegres mas a vida é assim.
Sabes que se precisares de mim estou aqui e sabes como contactar-me,para os amigos estou sempre disponivel.
Beijinho grande e abraço forte.
Beijinho também á Maria.


De Estupefacta a 10 de Fevereiro de 2008 às 00:09
Há alturas em em que penso que nada faz sentido. Tento não aparecer para não incomodar, por isso, afasto-me de tudo e de todos e até do Sol.
Eu sei que estás sempre presente e estás onde e quando preciso.
Beijinho


De Ohayo a 9 de Fevereiro de 2008 às 19:47
A imagem transmite paz. Esse é um dos motivos porque às vezes publico as minhas, mas não escrevo isso. No início ainda tinha o cuidado de escrever que é retirada da Internet, mas agora o tempo da blogosfera divido-o entre publicar e ler.
Este é sem dúvida um post que faz pensar. Porquê?
Porquê que falamos com os nossos amigos? Porque falar com estranhos que podem ler o nosso cantinho? As respostas são imensas e diversas. Às vezes as coisas são simples e parecem-nos não interessar nada aos outros... mas no entanto podemos ficar espantos com os comentários que recebemos. è bom partilhar. A mim já me aconteceu isso. Em textos que publiquei porque... porque a escrita é algo de fantástico. è por onde flui a nossa imaginação, por onde expressamos o que sentimos, nos tornamos mais leves, através dos quais voamos... Por vezes descobrimos que afinal não somos só nós que pensamos ou que vivemos determinada experiência e descobrimos que não. Isso às vezes dá-nos uma imensa leveza. Aprendemos a ver por perspectivas diferentes, partilhamos, trocamos ideias... para além de que em alguns casos seja mais fácil "conversar" para um ecrã... desabafar com um desconhecido...
O meu cantinho começou por ser um canto que o fiz essencialmente para mim como um diário que se impôs sobre o que acredito, o que penso, sobre algo que quero partilhar e ajudar as pessoas... um caderno com magia onde se sintam bem a ler. Nem sempre parece ter muita procura, mas a verdade é que quando o tempo passa e eu deixo de escrever... por uma ou outra razão começo a sentir o feedback de que faz falta. Cheguei à conclusão que nem sempre é fácil comentar, mas que não quer dizer que não leiam. Escrever? É algo que gosto. Cada texto tem imperativamente algo meu. E cada um tem um significado especial para mim, mas no entanto nem sempre são acolhidos como esperava. As pessoas têm diferentes sensibilidades e formas de ser e pensar. É toda essa multiplicidade que se vive na blogosfera.
Beijocas amiga


De Estupefacta a 10 de Fevereiro de 2008 às 00:13
Quando vou ao teu espaço é isso que sinto: PAZ. Tens a enorme capacidade de me transmitir isso. O blogue já teve muitas fases: começou por ser uma brincadeira, depois um necessidade, um desafio para mim, agora sinto que não faz sentido. Mas é temporário... é porque não ando como gostaria.
A escrita e a leitura levam-me mais longe, mas a verdade é que hoje sinto que o que escrevo não tem qualquer utilidade, vale, apenas, pelo feedback que tenho dos amigos que, embora alguns virtuais, são tão importantes como os reais.
Isto vai passar
Um beijinho com a paz que me transmites


De Ohayo a 10 de Fevereiro de 2008 às 00:27
Querida amiga...
Quero que saibas que não és a única que já passou por essa fase.
Há sempre uma razão para tudo.
Sei que vai passar pelo conheço de ti, pela tua fé, por seres a pessoa magnífica que és e por teres uma filha fantástica que te faz sorrir.
Beijocas e um abraço repleto de Amizade e Luz


De Estupefacta a 10 de Fevereiro de 2008 às 10:05
O que dizer? És extraordinária. Obrigada.
Beijitos grandes e muitos.


De Infiel a 9 de Fevereiro de 2008 às 21:03
"E o que é que isto contribui para a felicidade dos outros????"
provavelmente mais do que possas pensar ou talvez,absolutamente nada
cada blog, cada post é uma pessoa, todos temos momentos que gostamos, queremos, necessitamos partilhar ou.. nem por isso
ha pessoas que têm mais que um blog, completamente diferentes um do outro
cada um terá as suas razões para escrever e para ler
podes participar com a tua dor, com a tua alegria, com a tua amargura, podes lavar a alma, podes acender uma chama
cada um tem as suas necessidades na procura no virtual, somos tantos com tantas lacunas interiores
- a maior parte dos posts são lidos por mero acaso numa busca de palavras, de sentimentos, de necessidades...

Um abraço



De Estupefacta a 10 de Fevereiro de 2008 às 00:15
Gosto desta partilha, não posso mentir. Gosto de sentir que sou entendida, ouvida, que sou respondida. Há alturas menos boas e esta é, de facto, uma delas. Mas já relaxei e afastei os problemas. És sábia e és uma inspiração.
Beijinhos com muito carinho e admiração


De Just Moments a 9 de Fevereiro de 2008 às 21:39
Ola Amiga..

Que post tão verdadeiro!!
Revi-me inteirinha nele..
Especialmente na parte de começar a escrever e não acabar..
De qualquer maneira como dizes I' Here para os amigos ..e embora não lhes posa tirar a dor..penso que às vezes só o facto de termos quem nos ouça ajuda e muito..

Dores partilhadas ficam mais leves..

Espero qe estejas bem..

Beijnhos e bom fim de semana para ti e para a Maria..

ps. espero que o Teu Pai esteja melhor..


De Estupefacta a 10 de Fevereiro de 2008 às 00:18
Tens razão miúda gira. As coisas quando são partilhadas tornam-se bem mais leves. Mas eu sou assim: quando não ando bem afasto-me... Sei que só perco com isso, mas nem o Sol me apetece ver. Isto amanhã já não é nada.
Tenho tentado escrever, mas tudo me soa a oco, nada tem feito sentido. É uma fase? Espero bem que sim. A vida é feita destas pequenas coisas... e é bom partilhá-la contigo.
Beijinho grande e amigo


De daplanicie a 10 de Fevereiro de 2008 às 12:09
Permite-me que discorde do que dizes quando afirmas que as tuas "coisas" não têm a mínima importância para os outros. Se não tivessem porque viríamos ler o que escreves e deixar as nossas palavras? Também eu tenho dias de pouca inspiração ou em que me parece que nada disto tem sentido mas há outros em que me sinto em baixo e me alegro com as palavras de alguém que nem sequer conheço. Espero que o momento mau já tenha passado...beijinhos


De Beijaflor a 10 de Fevereiro de 2008 às 15:51
Tenho lido muita coisa na blogosfera, umas interessantes, outras nem por isso.
Preocupa-me a solidão que a grande maioria atravessa...
Embora todos tenhamos uma vida real, com amigos reais, nem sempre nos apetece falar sobre o que dói. E essas coisas que guardamos cá dentro, encontram aqui forma de sair.
Pode ser sob a forma de uma frase, um poema... Não que interesse aos outros, mas que é importante para o próprio partilhar!
Será que me fiz entender??

Beijos Doces e Bom Domingo


De Genny a 11 de Fevereiro de 2008 às 10:06
Quantas vezes já fiz o mesmo...começar e não publicar. Já tinha notado a tua ausência, mas mesmo que não publiques todos os dias, não deixes de aparacer.
Um abraço duplo


De Caty a 11 de Fevereiro de 2008 às 16:13
Olá amiga!
Adorei a tua imagem, transmite-me tranquilidade...
Bom post, puro e simples o teu desabafo.
Claro que interessa saber como é que estás! Mas se não te apetecer escrever, não escrevas... O blog é um prazer, não é uma obrigação


De Caty a 11 de Fevereiro de 2008 às 16:15
Mesmo tonta carreguei no botão errado, e ops, não terminei o que estava a escrever....
Resumindo é bom ter-te por perto, mas está quando tiveres vontade de estar...
Sabes que tens aqui uma amiga para o que precisares...
Beijinhos para ti, e para a Maria!


De guguinha a 15 de Fevereiro de 2008 às 20:33
Porque por vezes é mais fácil escrevermos aquilo que sentimos do que comunicar verbalmente. porque aqui escrevemos e ninguém nos interrompe com sugestões ou com a famosa frase "se fosse eu..."
Porque só mais tarde e depois de já termos escrito aquilo que nos vai na alma e estamos mais "descomprimidos" é que lemos os comentários e concordamos ou não ...
por esse motivo vale a pena ter o nosso blog vale a pena ter amigos ,virtuais ou não são sempre amigos, que lêem o que nos vai na alma.
FORÇA AMIGA, Beijocas, Guguinha


Comentar post

mais sobre mim
Dezembro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
22
23
24
26

27
28
29
30
31


posts recentes

A Pensar em si

Bendito serás

Feminino Singular

Todos devemos ajudar

Ainda há milagres

Podia

Acordo ortográfico

Gostei de ver e ouvir

Intimidade ou higiéne?

É bonito

Sem título

Agitação social

Desde que

Preciso

A Estupefacta sou eu

Não consigo preparar-me

Como uma mulher pode alte...

Excelente ideia e melhor ...

Genes cor de rosa

E assim se tapa o Sol

arquivos
tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds