Domingo, 13 de Janeiro de 2008

 

 

Um homem entrou numa barbearia para cortar o cabelo e aparar a barba. Quando o barbeiro começou a trabalhar, iniciaram uma boa conversa. Falaram sobre muitas coisas e assuntos variados. Quando tocaram na questão sobre Deus, o barbeiro disse:
- Não acredito que Deus exista.
- Porque diz isso?  perguntou o cliente.
- Bem, você só tem de sair para a rua para perceber que Deus não existe. Diga-me, se Deus existisse, haveriam tantas pessoas doentes? Tantas crianças abandonadas? tantas pessoas desoladas e doentes? Eu não posso imaginar um Deus de amor que permite todas estas coisas.
O cliente pensou por um momento, mas não respondeu porque não quis começar uma discussão. O barbeiro terminou o trabalho e o cliente deixou a loja.
Logo após ter deixado a barbearia, viu um homem nas ruas com cabelo longo, peganhoso, sujo e com uma barba muito comprida. Parecia sujo e desleixado.
O cliente retrocedeu e entrou novamente na barbearia, e disse ao barbeiro:
- Você sabia que barbeiros não existem?
- Como pode dizer isso?, disse o barbeiro surpreso. Eu estou aqui, e eu sou um barbeiro. Eu acabei de cortar o seu cabelo. 
- Não, o cliente exclamou.  Os barbeiros não existem,  porque se existissem não haveria nenhuma pessoa com cabelos longos, sujos e barbas compridas como aquele homem lá fora.
- Ah, mas os barbeiros existem! O que acontece é que as pessoas não vêm cá, não vêm até mim.
- Exactamente!  afirmou o cliente. Eis a questão! Também, Deus existe! O que acontece é que as pessoas não vão até Ele e não O procuram.

000968tb

 

 

 

 



publicado por Estupefacta às 09:30 | link do post | comentar

21 comentários:
De Infiel a 14 de Janeiro de 2008 às 01:49

Deus existe e está mesmo dentro de nós!!!

Sempre que pensares em mim, eu lembro-me de ti e hoje lembrei-me e tinha um apelo teu que não resisti em responder

Estou de ferias e mais cansada do que a trabalhar mas... por uma boa causa heheh ferias é mesmo ter tempo para mim e afastar-me do pc, da rotina diaria, daí que a net é só um instantinho para matar saudades e, ver quem se recorda da Infiel

Gosto muito de ti e não te esqueci, envio-te o maior sorriso, o mais brilhante que possas imaginar e que se reflicta na tua face







De Estupefacta a 16 de Janeiro de 2008 às 18:44
Eu lembro-me sempre de ti e vou tantas vezes à tua casa reler-te.
Deus existe. Eu creio.
Adoro-te


Comentar post

mais sobre mim
Dezembro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
22
23
24
26

27
28
29
30
31


posts recentes

A Pensar em si

Bendito serás

Feminino Singular

Todos devemos ajudar

Ainda há milagres

Podia

Acordo ortográfico

Gostei de ver e ouvir

Intimidade ou higiéne?

É bonito

Sem título

Agitação social

Desde que

Preciso

A Estupefacta sou eu

Não consigo preparar-me

Como uma mulher pode alte...

Excelente ideia e melhor ...

Genes cor de rosa

E assim se tapa o Sol

arquivos
tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds