Quinta-feira, 3 de Janeiro de 2008

 

 

 

 

 

Ainda agora estava a falar como iria ser a minha passagem de ano e já se foi. Já  estou de volta à rotina, às aulas, à correria, ao trânsito, ao barulho de vinte e tal miúdos metidos numa sala que vieram com a «pica» toda.... enfim, de volta à normalidade.

O que é bom, acaba bem depressa e estas férias (desculpem, esta interrupção lectiva) acabaram num instante.

A passagem de ano foi excelente, com muita alegria e no aconchego do lar, com a pessoa mais importante da minha vida - a Maria - e com o Óscar (querida Procuro-me, o Óscar é o nosso cão), a ver o Casamento de Sonho e os Gatos Fedorentos. A Maria queria que a Angélica ganhasse e torci-a por ela, eu queria ver o Canal 1, mas a miúda lá venceu.

Foi uma noite bem agradável, com paz e alegria... não faltaram as danças. Sim porque a Maria é muito dançarina e, quando dei por mim, lá estava eu a dançar ao som das músicas da TVI.

O dia 1 foi reservado aos meus pais.

No dia 2, como é habitual, a minha  grande amiga, também professora de História e na minha escola, liga-me:

- Então miúda, como é que estás? A passagem de ano?

- Foi maravilhosa... e a tua?

Contei-lhe tudo em pormenor sobre essa noite e sobre as Bodas de Ouro.

A conversa continuou:

- Nem quero acreditar que amanhã já começamos, até andei nervosa hoje.

- Olha, estou exactamente assim. Caraças.... já passou e estava a ser tão bom, respondi-lhe.

- Que horror sentirmo-nos assim... Até parece que nem gostamos do que fazemos.

- Ó pá, eu gosto mesmo é do que faço agora... nada. Isso é do que gosto.

Eu sei, parece mal dizer isto, quando há tanta gente desempregada, mas é verdade. Eu gosto muito da profissão que tenho, foi escolhida não imposta, mas...

Ser professor é uma profissão de rápido desgaste. É tão bom estar em casa, sem pressões, sem toques....

Há quem ande a toque de caixa, nós andamos a toque de toque. Toca para a entrada, toca o 2º toque, toca para a saída, toca para a entrada.... É a única profissão em que se apanha logo uma falta se chegarmos um minutinho atrasados. A tolerância é ZERO.

00081qg1

Ando tão traumatizada com os toques, que aqui há uns tempos, enquanto esperava que uma actividade da Maria terminasse, uma outra mãe convidou-me para um café:

- Venha tomar um café, F .... Escusamos de estar aqui ao frio.

Olhei para o relógio e respondi:

- Não dá, obrigada, mas já está quase a tocar.

 


 

Mas, por hoje, os toques terminaram. A campainha de casa está desligada (farto-me de abrir a porta para a publicidade) e os telefones em silêncio. Só me falta ir fechar as janelas... está a trovejar tanto. Assim vale a pena estar em casa.

 


tags: , , ,

publicado por Estupefacta às 16:44 | link do post | comentar

14 comentários:
De dreedlino a 3 de Janeiro de 2008 às 17:41
Com essa rotina toda já fiquei eu cansado agora entendo de onde surge o chamado stress, por isso amo tanto este meu cantinho no norte de Portugal sem correrias e rodeado de lindas serras algumas já brancas onde o ruido é o cantar dos passaros que resistem a este inverno mas as noites a lareira com o portátil e um copinho de porto são um sonho que não troco por nada.
Beijinhos do Rui e cuida-te desejo-te as melhoras.


De Estupefacta a 4 de Janeiro de 2008 às 23:22
Olá Rui
Nem sabes a sorte que tens em viver nesse pequeno paraíso. Acredita que ando cansada de tanto palmilhar. Isto aqui pela capital está a tornar-se insustentável de tanto trânsito. Se não tivesse que conciliar os meus horários com os da Maria, optaria pelos transportes públicos, mas horários e transportes públicos são incompatíveis.....
Um grande beijinho


De Anna Lauren a 3 de Janeiro de 2008 às 19:28
FELIZ ANO de 2008!
Repleto de coisas boas para ti e para a Maria! ;)


De Estupefacta a 4 de Janeiro de 2008 às 23:23
Olá Anna
Obrigada amiga. Tudo do melhor também para ti e para os que amas.
Um grande beijinho


De carlos a 3 de Janeiro de 2008 às 23:36
Mulher furacão.... és tu! cheia de força,energia,disposição...admiro-te e gosto muito de ti...és a minha amiga...que lamechas estou..
beijinho e um feliz 2008


De Estupefacta a 4 de Janeiro de 2008 às 23:26
Pois é eu sinto-te como «meu», já falámos sobre isto.
Não estás nada lamechas, eu também sou assim quando gosto das pessoas e sabes que tens e terás sempre um lugar muito especial no nosso coração.
Adoramos-te.
Um grande beijinho meu e da Maria, que não se esquece e pergunta muitas vezes por ti.


De Luna a 4 de Janeiro de 2008 às 01:02
Ah, amiga... nem se recrimine... eu bem sei como é bom estar fazendo exatamente NAAAAAADA... kkkkk! Não ouvir o tal toque, nem gritos e correria o tempo todo... poder deitar e relaxar... aiai é bom demais!!! Também gosto muito de dar aulas, mas o nosso desgaste não é apenas físico... é emocional... nós estamos ali, na comissão de frente, lidando com os nossos alunos e suas respectivas bagagens emocionais... Além do que nós levamos trabalho pra casa, corrigir testes, provas, trabalhos... e não recebemos por isso... pelo menos não aqui no Brasil... :o( Então, se está de folga FAÇA NAAAAAAAADA MESMO... kkkkkkk! Na vida de professores este é um raro momento...

Te adoooooooooooro muito !

beijos aos zilhões.. ;o)

Luna


De Estupefacta a 4 de Janeiro de 2008 às 23:31
Sabes Luna , sempre que «te leio» sorrio. Gosto mesmo muito de ti.
É bom que a Ministra da Educação te leia também, pode ser que assim valorize mais um pouco esta profissão que em tempos foi tida como nobre e, agora, anda pelas ruas da amargura.
Ninguém repara no que fazemos em horário pós laboral e no tempo que «roubamos» à nossa família. Ao contrário de muitas profissões, não se fecha a porta e volta-se no dia seguinte às 10 horas. Há muito TPC a fazer.
A tua mudança já está concluída ? Já estás devidamente instalada no seio familiar? Vais ver que ao princípio pode custar a habituares-te, mas depois vais gostar dos miminhos da mamã.
Beijinhos muitos e grandes


De rui santos a 4 de Janeiro de 2008 às 09:48
realmente amiga, cada vez que me lembro do mal que fiz a todos os professores até ao 12° ano coro de vergonha...

Sério...

fui muito mau....

nunca devia ter sido assim com os meus mestres...

hehehehehehe


mas diverti-me a grande a gozar com eles... e como gozei...

Depois na Universidade os gajos estam-se a lixar, chegam ali e nem nos ligam, descarregam a matéria e ja está, nem que queiramos gozar não tem jeito...
Sacaninhas com mau feitio



De Estupefacta a 4 de Janeiro de 2008 às 23:35
Olá Rui
Nem imaginas o que eu fazia também... Que vergonha! Mas não me arrependo. Fiz tudo o que tinha direito enquanto aluna.... mas no fim safava-me bem. Mas também fiz sofrer e muito os profs . Um dia conto como era.... não sei se vou ter coragem, eheh .
Pois na Faculdade as coisas mudaram. Na primeira aula com o Professor Doutor Jorge Borges de Macedo, no ano anterior a ser jubilado, lembro-me da sua frase: «Estou aqui para vos dificultar a vida, porque vida facilitada já tiveram até ao 12º ano». Senti vontade de fugir e de não pôr mais os pés naquela FLUL .... mas resisti.
Um grande beijinho


De me a 4 de Janeiro de 2008 às 14:48
A vossa vida não é fácil!
Vale sempre a pena lembrar os outros dos "pequenos" pormenores que fazem a nossa vida ser diferente da dos outros!
Beijinhos e bom ano 2008.


De Estupefacta a 4 de Janeiro de 2008 às 23:43
Olá amiga
Já sei que amanhã é bebé, pois é, mas ainda faltam alguns minutinhos, por isso, nada de parabéns adiantados.
Há coisas muito boas na nossa profissão, mas (há sempre um mas), ando um pouco cansada. Sei que depois isto passa. Há alturas em que me sinto assim. É muito stressante com este novo estatuto e com os obstáculos que há em justificar as faltas.... por acidentes na auto-estrada, por exemplo. É só um minuto, mas o carimbo vermelho está logo pronto para actuar.
Um grande beijinho


De daplanicie a 5 de Janeiro de 2008 às 14:08
Nem imaginas como sinto o mesmo! A querida Milú acabou com o gosto de estar na escola, a fazer o que me dava prazer. Agora é tudo uma obrigação e um "ganda" frete. Raios partam a mulher!!! :-)
Beijinhos


De Estupefacta a 13 de Janeiro de 2008 às 22:10
Querida Luz Rosa
Tens sido magnífica e eu tenho falhado... Desculpa-me. Tenho lido, mas não tenho comentado. Ando com o tempo às avessas. Chego aqui, despejo meia dúzia de balelas e desabafos e... mais nada.
Eu que adorava ir para a escola, preparar aulas, pensar que ficha ia dar para aquele ou o outro aluno... Agora tudo é tirado a ferro e é mesmo um grande frete... só por obrigação mesmo. O raio da mulher teve o dom de nos pôr assim .
Um grande beijinho


Comentar post

mais sobre mim
Dezembro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
22
23
24
26

27
28
29
30
31


posts recentes

A Pensar em si

Bendito serás

Feminino Singular

Todos devemos ajudar

Ainda há milagres

Podia

Acordo ortográfico

Gostei de ver e ouvir

Intimidade ou higiéne?

É bonito

Sem título

Agitação social

Desde que

Preciso

A Estupefacta sou eu

Não consigo preparar-me

Como uma mulher pode alte...

Excelente ideia e melhor ...

Genes cor de rosa

E assim se tapa o Sol

arquivos
tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds