Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2007

 

 

0005z30w

 

 

 

No Sábado, entre as dores de dentes e de cabeça da Maria (não sei mesmo o que se passa com a miúda), lá consegui espreitar o Tele Jornal na SIC.

Estava a dar uma reportagem sobre pais de crianças portadoras de Síndrome de Down que recorrem a cirurgias plásticas para mudarem as características destas crianças.

De imediato mandei uma sms ao meu irmão Zé: «vê a SIC». Resposta: «Estou a ver».

 

Nem queria acreditar no que estava a ver.... Não quero julgar, porque só quem tem um filho assim sabe as descriminações de que é alvo, a falta de tolerância, a não aceitação da diferença e por aí fora.

 

Mais troca de sms no decorrer da reportagem:

«Vou fazer uma operação à Diana»

«És mesmo apanhadinho. Só tu para me fazeres rir com uma coisa destas.»

«A MINHA FILHA É LIIINDA »

 

E é... A Diana é uma menina Linda, com um ar de ternura que só visto, com uns olhos que irradiam felicidade.

 

O que vale mudar o aspecto exterior? Serão as crianças portadoras de trissomia 21 quem beneficiarão com essa mudança? Ou serão os pais?

Será isto uma forma de proteger? Ou será antes uma forma de ocultar, de rejeitar?

 

Sei que não é fácil. A sociedade não está de todo preparada para a diferença. Criou-se um estereotipo de beleza, de comportamento, de sociedade... tudo o que vai para além, é rejeitado, posto à margem.

Não há que proteger, há que informar que a diferença existe e que temos de aceitá-la.

Afinal, não andamos sempre a apregoar que não somos iguais a ninguém, que temos uma personalidade muito própria, que pensamos de forma única..... Que contra censo !

 

Lembro-me muito bem, ainda, das horas que o meu irmão passava a «espreitar por entre as grades da escola» a Diana nos intervalos... queria saber se era feliz, se era aceite pelos pares, se não a rejeitavam. É Fácil? Claro que não. Há sofrimento nisto? Tanto que nem consigo imaginar.

 

E se a Diana tivesse sido sujeita a uma intervenção cirúrgica deste género? O seu pensar teria mudado? A sua maneira de falar, de agir, o seu comportamento teriam sido também mudados?

 

Somos aceites pela aparência ou pelo que somos no seu todo? Que pais somos nós se não educamos os nosso filhos para aceitarem as diferenças?

Sim (desculpem-me a revolta), mas as crianças que hoje temos nos bancos das nossas escolas, nos jardins, nos parques... são fruto da educação que lhes damos em casa.

Mais, pergunto-me: Onde está o programa do governo (e não é só deste) sobre os empregos protegidos? Onde estão os terapeutas e os professores de ensino especial? Integrados em escolas públicas? Não me parece...

  

 

  


sinto-me com uma sobrinha linda

publicado por Estupefacta às 09:01 | link do post | comentar

10 comentários:
De Genny a 10 de Dezembro de 2007 às 11:28
Olá bom dia!
Na escola da minha Tesouro também andam meninas com o sintoma da Diana. Se há coisas que lhe digo é para respeitar as diferenças, aliás, a minha Tesouro já respondeu à letra a uma colega da turma para defender uma menina. É como dizes, a educação tem que partir de casa.
Obrigada pelo desafio.
Beijinhos


De Anjos a 10 de Dezembro de 2007 às 11:58
Quando estive grávida do meu primeiro filho, havia o risco de o menino sofrer de Trissomia 21, se assim fosse o meu ex-marido queria que fizesse o aborto, hoje digo com toda a certeza que não o faria. São crianças iguais às outras, têm as suas limitações, mas nada que justifique um aborto, não há nada que o amor não resolva...


De Caty a 10 de Dezembro de 2007 às 15:30
Olá amiga....
Cada um sabe de si, mas sinceramente não concordo com a operação! Devemos aceitar o somos, e devemos dar valor a beleza interior que existe em cada um de nós!
Amiga, e existe um olhar tão ternurento neles, que não vejo motivo para alterar...
Realmente vivemos numa sociedade mesquinha, cheia de preconceitos e hipócrisia...
Mas porquê é que temos de ligar a essas pessoas feias de interior!?... São uns infelizes...

Beijinhos, e Parabéns pela sobrinha linda!


De Luna a 10 de Dezembro de 2007 às 15:38
É amiga, eu também concordo contigo e mais, tenho uma irmã que é autista sei como é difícil. Mas, sabe... muitas vezes vejo minha irmã ser distrata porque de início as pessoas não percebem que ela tem limitações... justamente porque a aparência dela é igual a de qualquer outra pessoa. Então, talvez, no caso da síndrome de down ao invés de beneficiar, uma cirurgia seja até prejudicial porque as características físicas da deficiência já trazem às pessoas a idéia da limitação... não ficariam surpresos com este ou aquele comportamento ou pelo menos não deveriam né? Por que na verdade as pessoas são muito cruéis... no meu caso, que a minha irmã é mais velha 11 anos ... eu sofri muuito!
:o( Ainda pequena vi muitas vezes as pessoas caçoarem dela e cheguei a brigar algumas vezes para defendê-la . Muitas vezes imaginei como seria se ela fosse "normal" ... os conselhos que me daria, os cuidados que teria comigo... É preciso ter muita fé em DEUS quando se tem uma pessoa assim, ESPECIAL, na família... porque todos temos de ser ESPECIAIS também pra enfrentar esse mundo sem desmoronar...

beijos aos montes

ler seu blog me deixa muito feliz... vejo que você é realmente uma pessoa muito iluminada e que se importa muito com as pessoas ao seu redor... :o)


De lovenox a 10 de Dezembro de 2007 às 16:33
Olá minha querida, pertinente essa tua questão sobre as plásticas em doentes com sindrome de dawn.
Trabalho numa clinica privada onde se partica muita estética, mas há um principio imposto pela nossa administração, correcção estética a pessoas vitimas de acidentes ou carcinomas.
Por acaso tenoho uma colega que tem um neto com sindrome de dawn e o puto É FANTÁSTICO.
Talvez uma consulta de psiquiatria aos pais dessas crianças que poderão estar sujeitas ás manis dos pais fosse uma boa solução.... temos um espectacular...psiquiatra claro... beijocas.


De drink a 10 de Dezembro de 2007 às 20:59
Olá, depois de algum (muito) tempo!
É como tenho vindo a dizer, a falta de tempo e de vontade justificam esta acentuada ausência. Peço desculpa! E agradeço pelo post "das amigas" sinceramente, acho que exagerou um pouco. Se eu fosse só qualidade era santinha! :D

Bem.. falemos de coisas sérias.
Existe uma enorme necessidade de sermos bonitos cada vez mais. O problema está em que a sociedade não nos aceita bonitos por dentro, mas sim bonitos na primeira impressão que causamos que obviamente é a visual.
Culpa disso, é todo o processo que se tem vindo a desenvolver ao longo dos anos. Não é difícil de ver que quem é mais bonito tem mais hipóteses de chegar ao alto, e de ser mais bem sucedido. Este processo é desenvolvido pela publicidade, pelas novelas, pelos filmes, por tudo o que podemos ver ddiariamente que só mete caras larocas.
As crianças acabam por crescer no meio desta filosofia, "ai como eu gostava de ser assim bonita" "ai tão magra". Um processo de publicidade maldosa gratuita, gerida pela ganancia.
Hoje em dia um pai tem que ter um puder de persuasão muito grande sobre os filhos para os tornar cegos perante a tal publicidade.

Actualmente se uso aparelho é porque senti necessidade de colocar os dentes (que se justificava mesmo) direitos. Ainda bem que tive pessoas que numa gozaram comigo por causa disso, se não poderia já não pensar da mesma forma, e não acabar por gozar comigo mesma também.
Mas se não tivesse aparelho seria a mesma Diana com a mesma forma de pensar e de ver as coisas, e eles que nunca gozaram comigo sabem-no bem.

A Diana não precisa de mudar o seu aspecto a menos que não deseje realmente, porque tem pessoas que a amam tal e qual como ela é, não tem culpa de ser assim, tal como eu não tenho culpa dos defeitos(internos e externos) que tenho. Portanto, que age dessa forma, gozando e pondo de parte, é porque nunca se sentiu assim, porque so quem passa por elas sabe dar o valor. (hei-de postar um texto disso)

Já escrevi bué, dá para todas as vezes que não escrevi.
Bjinho grande..


De Mamã Gansa a 13 de Dezembro de 2007 às 13:16
Concordo a 100% com odizes,não deve ser nada fácil.Mas quando é as pessoas vão perceber que é o interior que conta e que até podem tornar os filhos seres esteticamente mais bonitos,mas em nada vai alterar aquilo que são e a não aceitação da nossa sociedade preconceituosa. E de um governo que nada faz para apoiar esses pais, com informação, com apoio psicológico, com apoio médico especializado, e com apoio educativo especializado.
beijinhos


De daplanicie a 15 de Dezembro de 2007 às 11:50
Subscrevo completamente toda e cada uma das tuas palavras!! Também fiquei chocada com essa reportagem e com tudo o que há por trás de uma família que sujeita uma criança a uma cirurgia para lhe modificar as características que são as suas. Não consigo entender, de facto!!
Beijinhos amiga


De Ritinha a 17 de Fevereiro de 2008 às 22:32
Eu simplesmente sou uma rapariga de 14 anos e estava a fazer um trabalho no âmbito da disciplina de Formação Cívica na qual o tema na minha turma é o Preconceito na Sociedade e o subtema no meu grupo é Deficiencias a pesquisar informações na internet e resolvi entrar para ver, li o artigo e fiquei sem palavras , adorei ...
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Eu simplesmente sou uma rapariga de 14 anos e estava a fazer um trabalho no âmbito da disciplina de Formação Cívica na qual o tema na minha turma é o Preconceito na Sociedade e o subtema no meu grupo é Deficiencias a pesquisar informações na internet e resolvi entrar para ver, li o artigo e fiquei sem palavras , adorei ... <BR class=incorrect name="incorrect" <a>Sim,sim</A> fui eu que escolhi o tema no meu grupo sugeri e toda a gente aceitou , devo dizer que também vi essa reportagem na SIC e fiquei chocada , pois como há pais que são capazes de fazer isso aos próprios filhos ... na minha opinião por mais que eles tentem mudar o aspecto físico da rapariga nunca conseguirão mudar o mentalidade da sociedade neste assunto...ao agirem desta forma só estaram a fazer aquilo para o seu próprio beneficio...o que eu estou a tentar dizer é que eles disseram que amam a sua adorada filha pois estavam na televisão, mas na realidade só estavam a fazer aquilo pois sentem vergonha da sua própria filha...mas a rapariga também sofre... <BR><img src="//blogs.sapo.pt/images/mood/EMOTICON_NOSTALGIC.png"> que tipo de pais são esses ...??? <BR class=incorrect name="incorrect" <a>nao</A> entendo mesmo... <BR><BR><BR>NÃO FAÇAM ISSO AOS VOSSOS FILHOS NÃO TENHAM VERGONHA DELES , AMEM OS COMO TUDO E NÃO DEIXEM PENSAR QUE VOCÊS NÃO GOSTAM DELES... <BR><BR>como adolescente que sou , dou este conselho a todos os pais e mães do mundo...


De Thamirys a 23 de Outubro de 2009 às 18:09
Boa tarde! estou a desenvolver um projecto sobre crianças com trissomia 21! achei interessante o seu post, será possivel marca um data para fazer-lhe uma entrevista?

Obrigado

Thamirys Souza


Comentar post

mais sobre mim
online
Passaram por cá
PageRank
Dezembro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
22
23
24
26

27
28
29
30
31


posts recentes

A Pensar em si

Bendito serás

Feminino Singular

Todos devemos ajudar

Ainda há milagres

Podia

Acordo ortográfico

Gostei de ver e ouvir

Intimidade ou higiéne?

É bonito

Sem título

Agitação social

Desde que

Preciso

A Estupefacta sou eu

Não consigo preparar-me

Como uma mulher pode alte...

Excelente ideia e melhor ...

Genes cor de rosa

E assim se tapa o Sol

arquivos
Page copy protected against web site content infringement by Copyscape Add to Technorati Favorites View blog authority
Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa Top de Blogues
tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds