Quinta-feira, 8 de Novembro de 2007

 

 

Sobre o desaparecimento do Rui Pedro. 

 

Sempre que relembro a história do seu desaparecimento, levanta-se em mim uma revolta, uma angústia que não consigo sequer exprimir.

 

Sempre que vejo o rosto daquela mãe, não consigo evitar o choro compulsivo....

 

Não imagino (por mais que julgue que sim) a dor daquela mãe.

 

Por favor, porque sou mãe, não vamos deixar cair no esquecimento.

 

 

 

0001s55s0001tq6s

 

 

 

 

 


sinto-me Porque sou mãe

publicado por Estupefacta às 17:37 | link do post | comentar

5 comentários:
De drink a 8 de Novembro de 2007 às 20:19
O mais revoltante é a atitude da policia neste caso.
Não me esquecerei nunca, porque o jovem é da minha geração. E esta história faz parte da minha adolescência ..!

Mãe-coragem , aquela senhora é uma delas. Nunca desistiu, e ajudou muitas outras que lhes acontecera o mesmo. Grande Mulher aquela.

Porque sou filha, da idade do Rui Pedro +/- e não me imagino numa situação destas, privada de ver a minha mãe para sempre.

Bjinho grande.


De Estupefacta a 10 de Novembro de 2007 às 14:13
Sabes Diana

Eu não consigo sequer «pôr-me» no lugar daquela Mãe.
Há coisas que não se compreendem: havia pistas, havia uma pessoa...e nada.
A nossa experiência, ainda que dolorosa, deve sempre servir para ajudar os outros. Só quem vive as coisas pode falar de forma convicta nelas.
Um grande beijinho


De me a 9 de Novembro de 2007 às 11:23
Olha eu fico exactamente na mesma! Alterno entre o arrepiada e uma imensa vontade de chorar!

Tenho uma imensa ternura por aquela mãe! fiquei muito triste ao saber que se foi um bocadinho abaixo! Mas quem aguentaria uma situação destas!

Desejamos tanto um filho e vermo-nos assim privados da sua companhia, sem saber o que lhes aconteceu...
Bjs


De Estupefacta a 10 de Novembro de 2007 às 14:15
Olá amiga

Nada há de mais doloroso que «perder um filho» e nem consigo imaginar isso. A incerteza é mais cortante que as certezas por mais cruéis que o possam ser.
Esta sim é uma mãe, uma mulher de coragem.
Um grande beijinho


De Infiel a 10 de Novembro de 2007 às 19:45
é muito mais dificil perder, sem saber para onde , do que perder porque chegou a sua hora
vêmo-lo crescer, imaginamos, desejamos e cada dia morremos um pouco de insegurança, de duvida, de dor, de ignorância, porque perdemos o controle, porque não sabemos como o poderemos ajudar

uma dor muito propria, muito intima, muito dolorosa
depois vem a duvida: velera a pena sofrer por algo que não controlamos? e alternamos entre o desespero e o esquecimento



Comentar post

mais sobre mim
Dezembro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
22
23
24
26

27
28
29
30
31


posts recentes

A Pensar em si

Bendito serás

Feminino Singular

Todos devemos ajudar

Ainda há milagres

Podia

Acordo ortográfico

Gostei de ver e ouvir

Intimidade ou higiéne?

É bonito

Sem título

Agitação social

Desde que

Preciso

A Estupefacta sou eu

Não consigo preparar-me

Como uma mulher pode alte...

Excelente ideia e melhor ...

Genes cor de rosa

E assim se tapa o Sol

arquivos
tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds