Terça-feira, 14 de Agosto de 2007

 

 

 

Nem queria acreditar.

A Maria está mesmo uma mulherzinha. Dá gosto ouvi-la falar, gesticular, opinar.....

Fomos à Piscina Municipal, a Maria apareceu com o novo biquíni vestido e fiquei com os olhos em bico..... A minha menina está uma Mulher. Eu sei, que é a vida, tal como diria o Poeta «Muda-se o ser, muda-se a confiança. Todo o mundo é composto de mudanças, tomando sempre novas qualidades» (acho que é assim). Já é mesmo adolescente, não vale a pena continuar a evitar esta realidade. Tem uma postura diferente, tudo está diferente. Até eu, quando me olho ao espelho, já me vejo diferente (com mais rugas, sobretudo, pés galinha) e lido tão mal com isto.

As pessoas cá da terra ficaram espantadas com ela: «Está uma mulher», «São elas que nos põem velhas», «mudou muito», «está tão alta», «só tem 11 anos?!».... E por aí fora.

Eu gosto de a ver assim, claro. Mas quando me dizem isto, constato que, se calhar, perdi tanto do seu crescimento. Há coisas que tento lembrar-me e não consigo. Há fases que «deixei passar» e agora é tarde de mais.

Num destes dias , estava para variar, no café cá da aldeia, entrou o rapaz que foi par da Maria e perguntou-lhe: «Então, para o ano queres ser meu par?». Fiquei ESTUPEFACTA.

O rapazito, com 15 anos, não tirava os olhos da minha menina....

Como sou brincalhona, perguntei-lhe: «Paulo, achas a Maria bonita?».

Timidamente, respondeu-me que sim. «Bom, mas não te estiques, porque se não a roupa deixa de te servir». A gargalhada foi geral.

O Paulo ficou envergonhado e a Maria não parava de olhar para o Paulo. Acho que foi a sua primeira paixão.

Pois é, eu também as tive.... e levava o resto dos 350 dias a pensar nos 15 dias que iria cá passar no próximo ano.

Foi atingida pelo cupido!!!!

 

 

É giro ver que os tempos mudam e, agora, é a vez da minha filha.

Agora é consciencializar-me que as suas «pernas cresceram, que o seu corpo cresceu e que vai com as aves».

 

 


sinto-me a ver o tempo passar

publicado por Estupefacta às 00:40 | link do post | comentar

15 comentários:
De Lua de Sol a 14 de Agosto de 2007 às 02:04
Hoje estás mais alegrinha, embora nostálgica...
O tempo voa, é disso que nos apercebemos... o chato é que nada o pára. e quando tomamos conta dos filhos, quando somos "galinhas" preocupadas - como eu e tu -, às vezes, não conseguimos gozar o momento. Quando damos conta já passou, tal estamos embrenhadas em ver se estão limpos, se comeram bem, se não têm febre, se têm cara feliz... Ultimamente tenho pensado isso. Apetecia-me deixar a responsabilidade para me divertir apenas com eles. Já acho a Primogénita tão crescidinha (e tem metade da idade da tua!). Deu-me um "baque", pensar que em Setembro já vai para a 1ª classe... Sabes como ela não andou na pré, decidi ensinar-lhe umas coisitas em casa, para treinar a destreza manual, ganhar raciocínio, reconhecer letras e números... Oiço sempre dizer que fazem actividades dessas e comprei uns livros desses. Não é que descobri, ontem, nos anos de uma amiguinha que fez 7 anos, que ensinei a 1ª classe quase toda à pobre da Primogénita?! Só lhe falta ler, porque até contas já faz... Espero que não vá achar aborrecido, não lhe ensino mais nada... Mas ainda fiquei com a sensação de que estava mais crescidinha... A Maria e o mocito, que saudades das "paixonetas" das férias na aldeia. Eram uma emoção não eram?! Até me fazem sentir velha... Ás vezes, apetecia-me voltar a ter essa idade em que o sonho comanda a vida realmente, nada parece impossível. Agora, até parece que já só sonhamos na medida do possível, não é?!
Contagiaste-me!
Grande beijoca para as duas!


De Caminhar é preciso a 14 de Agosto de 2007 às 11:52
Muito linda tua filhota!!!

Parabéns!
Deves ser uma grande menina!


De himitsu a 14 de Agosto de 2007 às 12:12
Ás vezes parece que o tempo passa por nós e que nem damos conta.

Eu olho para o meu irmão e penso como é que já passaram oito anos? Eu estive ali ao pé dele, acompanhei-o em tudo o que pude, mas às vezes sinto-me distante na mesma.

O tempo é mesmo assim, temos tanto que fazer que na maioria das vezes não aproveitamos a verdadeira essência da vida.

Beijinhos


De Genny a 14 de Agosto de 2007 às 14:38
Estou a viver o mesmo dilema com a minha Tesouro adolescente - 13 anos. Tenho saudades daquele tempo em que achava que ela mesmo minha, isto é, quando o mundo delas se resumia a nós. Tenho que pedir muita força a Deus para a acompanhar nestes tempos diferentes em que vivemos.
Fica bem


De Pedro de Sousa a 14 de Agosto de 2007 às 15:43
Ola

E ainda bem... a minha tem 16 e esta realmente uma autentica mulher.... excepto em maturidade mental... mas isso.... nem eu a tenho

Felizmente que crescem... seria frustrante pensar que tinha que tomar conta deles ate ao fim da minha vida...

Beijinhos


De carlos a 14 de Agosto de 2007 às 21:38
Olá minha amiga!
A tua filha é linda,carinhosa,inteligente, influencias da mãe,claro.
Já disse e repito a vossa cumplicidade é linda e emocionante, um exemplo de relação de mãe e filha, duas boas amigas.
Beijos para as duas.


De drink a 15 de Agosto de 2007 às 00:22
E o tempo lá vai passando à sua velocidade constante, nós é que nem sempre a acompanhamos.

Ai, o quanto eu queria voltar à altura da minha primeira paixão! Ela que a aproveite mas é muito bem! (:

Bjinhos.


De nofimdoarcoiris a 16 de Agosto de 2007 às 13:42
Eles crescem não é? Sinto o mesmo. A minha filhota está a completar 15 anos. Todos os anos tem uma nova paixão, e este ano que vai mudar de escola deve acontecer o mesmo.
Há tempos decidi dar uma olhada ao diário que escrevia por volta desta idade e chego à conclusão de que, apesar das gerações mudarem, os problemas da adolescência continuam a ser os mesmos. É bom não nos esquecermos que já tivemos a mesma idade que eles e que também nós já sofremos com as alterações das hormonas.
Ah! Lancei-te um desafio que também me foi lançado por um amigo. Como não gosto de fugir a desafios... Podes ver no meu post de hoje.
Beijinhos


De AmigoDistante a 18 de Agosto de 2007 às 12:14

Agora sim já gosto de ver .... um pouco de vida e alegria.

estou a passar o mesmo problema mas no sentido masculino, o menino que já se julga homem é giro mas as vezes ....

é verdade eles crescem e como crescem ...

um beijo grande para ti(mãe babada) e pra a maria.

Boas Ferias.


De daplanicie a 20 de Agosto de 2007 às 11:03
POdes acreditar que num cantinho de nós elas serão sempre as nossas pequeninas a quem queremos proteger e aconchegar à noite. O tempo voa demasiado rápido!!


Comentar post

mais sobre mim
Dezembro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
22
23
24
26

27
28
29
30
31


posts recentes

A Pensar em si

Bendito serás

Feminino Singular

Todos devemos ajudar

Ainda há milagres

Podia

Acordo ortográfico

Gostei de ver e ouvir

Intimidade ou higiéne?

É bonito

Sem título

Agitação social

Desde que

Preciso

A Estupefacta sou eu

Não consigo preparar-me

Como uma mulher pode alte...

Excelente ideia e melhor ...

Genes cor de rosa

E assim se tapa o Sol

arquivos
tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds