Terça-feira, 4 de Novembro de 2008

 

 

Lá por ser cristã, não quer dizer que seja parva. Aliás, de parva não tenho nada. Topo à distância o que as pessoas pensam e/ou pretendem. Não sou bruxa, mas consigo «ver» e «ler» nas entrelinhas.

Sou obrigada a gostar de todas as pessoas? Não, de todo. Agora tenho um dever que é respeitar. Não gosto, não estrago.

Sei perfeitamente quando se «aproveitam» de mim para alcançarem os seus objectivos, para «ficarem bem na fotografia». Deixo? Quero lá saber... desde que isso não entre em colisão com os meus principios.

Aqui há uns dias vim a saber que uma pessoa conhecida, que se fazia (e se calhar ainda pensa que sim) passar por minha amiga, andou a fazer comentários depreciativos a meu respeito e a respeito da minha filha. Chegou mesmo, em tempo idos, a desejar-me mal e  à minha filha também, aquilo a que vulgarmente chamamos de «rogar pragas». Que horror, pensarão. Mas é verdade.

Medo? Não, jamais. O medo é contrário à fé e Deus diz que «confundidos e envergonhados serão todos os que querem o meu mal». É nisto que creio e é assim que vivo.

Desejo-lhe o dobro do que me deseja? Nem pensar. Já me custa ter de andar com o meu peso, quanto mais «carregar» com o peso dessa pessoa.

Há uma coisa que peço e agradeço todos os dias: É que Deus afaste de mim todas as pessoas que não me convêm. E Ele tem respondido às minhas orações, acreditem.

Puxa, é caso para se dizer: com amigos destes não preciso de inimigos.

Então vamos lá: tenho a casa que tenho? De mim sai todos os dias 21 de cada mês. Tenho a filha que tenho: bonita, inteligente, educada? «Perdi» muito tempo com ela, não me limitei a ver novelas e a ler revistas e também não perco muito tempo no MSN a falar da vida dos outros.

Agora de uma coisa podem ter a certeza: comigo podem meter-se à vontade, mas com a minha filha não.... A miúda é magra??!!! Olha que sorte para ela... já eu não tenho essa sorte. Fica bem com qualquer trapinho???!!! Olha que bom para ela... já eu não tenho essa sorte. Somos respitadas e amadas por amigos e família??!!! Olha que bom para nós. Se calhar é porque não somos motivo de decepção constante, é porque não andamos a dizer mal dos outros nas costas, é porque somos o que somos e ponto final.

Cedo aprendi que «nas costas dos outros vejo também as minhas» e, atenção, não me limito à vida real. O mundo virtual em nada difere do real.

Pois é, também me salta a tampa!

 

Ps. Deixo um Beijinho de parabéns ao Samuel por ter sido avô de novo. Que o Pedro seja muito feliz neste mundo.

 

 

 



publicado por Estupefacta às 20:00 | link do post

De Visitante a 5 de Novembro de 2008 às 22:10
Mas tu estás a dar importância a quem e ao que não a merece?...

Ora!...

Beijinhos, Estupefacta, para ti e para a Maria

Visitante


Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

mais sobre mim
Dezembro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
22
23
24
26

27
28
29
30
31


posts recentes

A Pensar em si

Bendito serás

Feminino Singular

Todos devemos ajudar

Ainda há milagres

Podia

Acordo ortográfico

Gostei de ver e ouvir

Intimidade ou higiéne?

É bonito

Sem título

Agitação social

Desde que

Preciso

A Estupefacta sou eu

Não consigo preparar-me

Como uma mulher pode alte...

Excelente ideia e melhor ...

Genes cor de rosa

E assim se tapa o Sol

arquivos
tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds