Domingo, 1 de Junho de 2008

 

 

 

São poucos os dias institucionalizados que comemoro. Este, desde que a minha sobrinha Diana nasceu, comecei a celebrá-lo, porque via nela a vontade de viver, a luta que fazia para crescer.

Este sentimento tornou-se mais profundo há 12 anos e meio quando, coincidentemente ou não, a minha filha veio ao mundo precisamente no mesmo dia da Diana. Foram as primeiras meninas da família.

A Diana com necessidades especiais; a Maria com uma missão (um dia falo sobre isto).

 

 

 

Traziam-lhe crianças para que as tocasse,

mas os discípulos os repreendiam.

Jesus, porém, vendo isto, indignou-se, e

disse-lhes: Deixai vir a mim as criancinhas, e

não as impeçais, pois delas é o reino de

Deus.

Em verdade vos digo, que quem não receber

o reino de Deus como criança, de maneira

nenhuma entrará nele.

 

(Marcos 10:13-15)

 

 

E porque o dia também deveria ser delas, deixo-vos um vídeo. Por favor, retirem a música do Ipod.

 

 

 



publicado por Estupefacta às 10:00 | link do post | comentar
|

11 comentários:
De gatamaneiras a 1 de Junho de 2008 às 10:57
Bom dia amiga, do meu avô Samuel...
Só venho aqui porque o meu avô disse que és amiga dele e gostei muito das tuas palavras sobre a menina Diana. Também quero dar muitos beijinhos aos meninos e meninas que não podem brincar como eu.
Viva o dia mundiad das crianças com mais amor nos dias seguintes.
Beijinhos da Tita par Ti que és a mãe e para a Maria e a Diana.


De Estupefacta a 4 de Junho de 2008 às 06:48
Olá Tita
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Olá Tita <BR class=incorrect name="incorrect" <a>Ès</A> sempre bem vinda aqui. O teu avô é uma pessoa magnífica e sábia. <BR>O dia da criança, à semelhança do Natal, deveria ser todos os dias. <BR>Obrigada pelas tuas palavras. Estas 2 meninas - a Diana e a Maria - são muito especiais na minha vida. <BR>Um grande beijinho para ti e para o avô. <img src="http://blogs.sapo.pt/images/mood/EMOTICON_BOUQUETE.png">


De samueldabo a 1 de Junho de 2008 às 11:39
Olá amiga. É sempre tão agradável a tua companhia, ainda que nos lembres, e talvez por isso, da fome e dos tormentos porque passa tanta da gente que da infância não tem sequer o significado da importância que representa para a nossa interioridade.
Amo de ti a sensibilidade e a pedagogia das palavras.
Um beijo grande de amigo

Ps: a gata é minha, não é intrusão abusiva.


De Estupefacta a 4 de Junho de 2008 às 06:52
A tua presença é sempre uma alegria para mim. Infelizmente há crianças que nunca tiveram oportunidade de o ser e têm o direito de ser lembradas. Nunca viveram a inocência da infância, nunca tiveram o que de direito lhes pertence. Não posso acabar com a fome no mundo, mas bem gostaria de poder.
A Tita tem sorte em ter-te como avô. De certo, que ouvirá as tuas palavras e que as usará como se de um vector se tratasse para a sua vida.
Um beijinho muito grande para o grande amigo que és.


De samueldabo a 4 de Junho de 2008 às 09:46
Amiga, de que signo és?
A força que emanas das palavras. A doce ilusão de que és apenas uma mulher. E não um conjunto de milhões de genes em consonância que fazem de ti um exemplo de humanidade.
E o pai? Melhorou?
Beijos grandes, amiga de mim


De guguinha a 2 de Junho de 2008 às 00:24
Minha querida amiga, eu não consigo ver estes videos, nem fotos, sem chorar. Sempre me impressiono muito ver crianças, pessoas a morrer de fome, a desejar algo que fosse para comer e não ter nada, e outros com tanto.
Lembro-me de o meu pai dizer muitas vezes, quando era criança, que nós eramos uns reizinhos, quando diziamos que não gostavamos disto ou daquilo, e finalizava com " voces deviam passar nem que fosse só uma semanna ,onde há tantos meninos a passar fome, quando viessem ,nunca mas diriam ,não gosto disto" . E sabes , é a pura das verdades. Beijinho grande. E boa semana, Beijinhos, Guguinha


De Estupefacta a 4 de Junho de 2008 às 06:56
Guguinha querida, estes vídeos são «pesados» porque nos lembram os nossos desperdícios, aquilo que «deitamos fora», o nosso conforto, aquilo que temos que, comparativamente, é muito. Podemos considerar-nos «milionários». Sei que sou muito piegas e que me comovo com pouco e, também a mim, estes vídeos, estas realidades me fazem chorar. Mas também me dão força para agradecer tudo o que tenho e tudo o que posso dar à Maria.
O teu pai tem razão, somos, sem dúvida, uns reizinhos e, tantas vezes, fechados no nosso reino....
Beijinhos com carinho


De lovenox a 2 de Junho de 2008 às 16:06
Permite-me apenas que insira este video no meu blog...nada mais a acrescentar.


De Estupefacta a 4 de Junho de 2008 às 06:58
Olá Armando
Podes usar, claro. Este blog não tem pretensões em ser um «exclusivo». Aliás, nada do que aqui uso, para além das palavras, é meu. As fotos e os vídeos são sempre retirados na Net , por isso, são teus também.
Beijinho grande


De daplanicie a 3 de Junho de 2008 às 13:02
O teu post veio de encontro ao que "postei" neste mesmo dia.
Beijinho


De Estupefacta a 4 de Junho de 2008 às 06:59
E sabes porque? Porque temos maneiras de «sentir» parecidas, geração comum....
Beijinho com muita, mas muita amizade


Comentar post

mais sobre mim
online
Passaram por cá
PageRank
Dezembro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
22
23
24
26

27
28
29
30
31


posts recentes

A Pensar em si

Bendito serás

Feminino Singular

Todos devemos ajudar

Ainda há milagres

Podia

Acordo ortográfico

Gostei de ver e ouvir

Intimidade ou higiéne?

É bonito

Sem título

Agitação social

Desde que

Preciso

A Estupefacta sou eu

Não consigo preparar-me

Como uma mulher pode alte...

Excelente ideia e melhor ...

Genes cor de rosa

E assim se tapa o Sol

arquivos
Page copy protected against web site content infringement by Copyscape Add to Technorati Favorites View blog authority
Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa Top de Blogues
tags

todas as tags

eXTReMe Tracker
blogs SAPO
subscrever feeds